quinta-feira, 15 de setembro de 2016

VOZES LEITORAS

 

Professora Vanda (sala de leitura) e alunos em uma das etapas do Vozes Leitoras

As crianças, auxiliadas pela professora, exercitam a leitura, fazendo a interpretação de texto e treinando a entonação de voz para posterior gravação.



Leitura coletiva de uma das obras selecionadas para o Projeto


VOZES LEITORAS

 

MAIS UM VÍDEO DO VOZES LEITORAS

Onde está a mamãe?

video



LIBERAL NA ESCOLA

 

PROJETO LIBERAL NA ESCOLA

Atividades do projeto com alunos de CI e CII, sob coordenação da professora Regina Calandrini

Visita ao Planetário

 

Visita às instalações do Jornal Liberal
 
Atividade realizada em nossa biblioteca

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

PROJETO PARA A EJA
Criação de animações por meio da técnica Stop Motion
Stop Motion (que poderia ser traduzido como “movimento parado”) é uma técnica que utiliza a disposição sequencial de fotografias diferentes de um mesmo objeto inanimado para simular o seu movimento. Estas fotografias são chamadas de quadros e normalmente são tiradas de um mesmo ponto, com o objeto sofrendo uma leve mudança de lugar, afinal é isso que dá a ideia de movimento.
Cientificamente falando, o Stop Motion só é compreendido como movimentação pelo fenômeno da Persistência Retiniana. Ele provoca a ilusão no cérebro humano de que algo se move continuamente quando existem mais de 12 quadros por segundo. Na verdade, o movimento desta técnica cinematográfica nada mais é que uma ilusão de ótica.
 
Objetivo: Produzir animações por meio da técnica denominada Stop Motion, as quais abordarão os temas: violência contra a mulher e o processo de consciência política
Tema1: Cultura de Paz: não à violência contra a mulher
Tema 2: Consciência política: como votar? Por que votar?
Público-alvo: Alunos das turmas da EJA (341 e 441)
Professores envolvidos:
 Cláudia Nazaré Gonçalves de Souza, Heden Clazyo Dias Gonçalves, Thaís de Lima Lins, Íris e Ana Cristina.
Apoio: Coordenação Pedagógica
 
 
De forma resumida as etapas do projeto são:
1-Sensibilização das turmas: apresentação do projeto ( Apresentação de vídeos em stop motion);
2- Expor a temática em cada turma (construção das equipes e divisões de funções);
3- Construção dos roteiros com storyboard;
4- Construção dos cenários;
5- Capturação das imagens;
6- Oficina do OpenShot para os alunos;
7-Produção das animações pelos alunos;
8- Edição final das animações;
9- Apresentação final para a escola;
 
 
IMAGENS DA 1ª ETAPA
 






 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

sábado, 10 de setembro de 2016

AÇÃO

MINHA ESCOLA COMBATE O AEDES AEGYPTI

 





 
 

PROGRAMA EDUCAÇÃO INTEGRAL

PROJETO HORTA

 
video
 

quinta-feira, 8 de setembro de 2016

PROJETO VOZES LEITORAS

COLEÇÃO ITAÚ DE LIVROS INFANTIS

LOBISOMEM


video

PROJETO VOZES LEITORAS

video
 

PROJETO VOZES LEITORAS

ALUNOS DO CII OUVINDO HISTÓRIAS


 
 

 

PROJETO VOZES LEITORAS

A Sala de Informática Educativa (SIE) da escola municipal Amália Paumgartten localizada no bairro do Guamá em Belém do Pará está realizando o Projeto Vozes Leitoras. A finalidade desse projeto é desenvolver a capacidade leitora dos estudantes participantes.

O Vozes Leitoras foi idealizado pela professora Cláudia Souza, responsável pela coordenação da SIE nos turnos da tarde e noite e, basicamente, consiste na gravação das vozes dos estudantes e de funcionários convidados lendo livros de histórias.   

Seguindo o modelo de projeto orientado pelo NIED (Núcleo de Informática Educativa), o Projeto é desenvolvido em 4 (quatro) fases:

·         Na 1ª, chamada de fase de sensibilização, desenvolvida na SIE, as crianças dos Ciclos I e II ouviram histórias gravadas e transformadas em vídeos pela professora responsável. Cada criança, usando um computador com fone de ouvidos, tinha acesso aos vídeos, podendo perceber que a leitura pode ser feita com expressividade. As crianças se mostraram bem entusiasmadas quando reconheceram as vozes de alguns funcionários da escola que deram expressividade aos personagens dos livros. Depois de assistir aos vídeos, foram convidadas a participar e a aceitação foi unânime.

·         Na 2ª, fase de aprofundamento, desenvolvida na SIE, sala de aula, sala de leitura, biblioteca são trabalhados conteúdos referentes ao texto narrativo: características, elementos (narrador, personagens, tempo, espaço, enredo, conflito), estrutura, discurso direto, pontuação, muito importantes para a construção do sentido do texto.

·         Na 3ª, fase de produção, foram selecionados pelas professoras Cláudia Souza e Lúcia Melo (coordenadora da Biblioteca) alguns livros de histórias infantis. Esses livros foram apresentados aos alunos que divididos em equipes assumiram a responsabilidade de fazer a leitura das obras. Auxiliados pela professora Cláudia Souza, os estudantes fazem a litura conjunta dos livros a fim de tanto compreender as mensagens dos textos quanto perceber a necessidade de empregar bem os sinais de pontuação. Depois disso, as equipes reúnem-se na SIE para ler e gravar as histórias. Posteriormente são feitas as mixagens das vozes no software Audacity e edição dos vídeos no OpenShot.

·         Na 4ª, fase de socialização, os vídeos são visualizados pelos alunos de todos os Ciclos na SIE. São também postados no facebook da escola e no blog.

Os estudantes participantes têm demonstrado muita alegria em participar do Vozes Leitoras. É gratificante percebê-los valorizados como protagonistas do processo de ensino-aprendizagem da leitura.

Um dos desafios do projeto agora é abranger todas as crianças interessadas, pois as atividades necessitam de bastante tempo para serem realizadas. Percebeu-se que a escola precisa, portanto, reorganizar o tempo-espaço das suas ações pedagógicas para poder inserir com mais eficiência as ações específicas do Projeto. Não podemos deixar que o entusiasmo das crianças diminua. A comunidade escolar tem valorizado o Projeto e muitos funcionários mostram-se dispostos a colaborar, porém ainda não conseguimos, em meio às tarefas específicas de cada um, encontrar uma maneira de agilizar as leituras e gravações.

A edição dos vídeos tem sido realizada pela professora Cláudia Souza. A intenção agora é realizar oficinas de vídeo para alunos dos Ciclos III e IV e pedir a colaboração deles para a edição das histórias. Além de aprenderem noções básicas do editor de vídeo OpenShot e do Audacity poderão ser incluídos no Vozes Leitoras, idealizado inicialmente para os Ciclos I e II.